Ataques usando acesso remoto crescem 330% no Brasil

A adesão massiva ao home office fez disparar os ciberataques aos sistemas de acesso remoto no Brasil. Levantamento da Kaspersky revela que os ataques de força bruta (Brute Force Attacks) direcionados ao Remote Desktop Protocol (RDP) – uma das ferramentas de acesso remoto mais populares para postos de trabalho ou servidores – passaram de uma média diária de 402 mil em fevereiro para mais de 1,7 milhão em abril -crescimento de 333% em apenas dois meses.

Leia mais

Brasil é líder em empresas atacadas por ransomware na epidemia

De acordo com Eugene Kaspersky, os impactos da quarentena (que já dura 12 semanas em muitos países) no mercado de cibersegurança serão limitados. No entanto, ele admite que o cenário da pandemia permitiu aos cibercriminosos intensificar a disseminação de ameaças pela internet e atingir mais vítimas -entre elas, as empresas.

Leia mais

Proteção para teletrabalho com Visibilidade e Controle de Endpoint Expandidos

Se existe uma coisa que a pandemia atual nos ensinou, é que o teletrabalho pode se tornar o novo padrão. Mas os executivos de TI devem agir com cuidado porque a expansão dos limites da empresa traz novos riscos e tende a corroer o valor dos controles de proteção padrão. Para garantir a continuidade e a segurança, as organizações precisam ter certeza de que os funcionários possam trabalhar remotamente sem serem comprometidos pelas inúmeras ameaças avançadas atuais. É possível se beneficiar em ambos os lados?

Leia mais

O Aumento da Força de Trabalho Remota além da Capacidade, em Decorrência do Coronavírus, está afetando as Organizações

A nova epidemia de coronavírus é uma grande preocupação global de saúde. Para ajudar a impedir a propagação do novo vírus, organizações e empresas estão permitindo que os funcionários trabalhem remotamente. Essa prática ajuda a limitar o contato individual com grandes grupos ou multidões (por exemplo, restaurantes, escritórios, trânsito), onde os vírus podem se espalhar facilmente.

Leia mais