A Tecnologia da Informação, setor de suma importância no mundo corporativo, é reconhecida pelas vantagens que oferece às empresas. Junto a isso, contudo, há uma série de dificuldades e situações desafiadoras impostas aos líderes de TI.

Esse “outro lado da moeda” existe em função da própria evolução, tão rápida e repleta de inovações que geram investimentos, pela qual passa o setor. Mas, o que explica isso?

Frequentemente novas tecnologias são criadas, as metodologias são cada vez mais exigidas e novos conceitos emergem e expandem-se modificando a cultura das empresas. Além disso, não podemos desconsiderar as ameaças cibernéticas.

Para melhor compreendermos essa questão, elencamos abaixo os mais recorrentes obstáculos que os líderes de TI encontram pelo caminho em seus projetos. Vamos a eles?

Planejar e executar novas implementações

A consolidação de tecnologias e conceitos considerados inovadores, tais como a computação em nuvem (cloud computing), Internet das Coisas (Internet of Things – IoT) e Big Data, gera por parte das empresas a necessidade de novas implementações, sobretudo para manterem-se competitivas.

O aspecto desafiador disso tudo é que tais mudanças geram impacto. Por exemplo, optar por uma solução de nuvem híbrida implicará em migrações de sistemas e arquivos, tarefa que se torna ainda mais complexa quando envolve sistemas legados.

Além dos desafios e cuidados que as implementações requerem, a sincronia com as necessidades do negócio e a adequação ao orçamento são, também, alguns dos possíveis entraves que os líderes de TI encontram.

Gerenciar as equipes

Em muitos casos, os líderes de TI são incumbidos de gerenciar equipes de TI, formadas por grande quantidade de funcionários, distribuídos em diferentes áreas de atuação, como:

  • desenvolvimento;
  • suporte;
  • pesquisa e desenvolvimento;
  • infraestrutura
  • segurança, entre outras.

As demais áreas de atuação podem dizer mais, conforme o porte da empresa. Com isso, o líder se vê diante de desafios que envolvem o desempenho de cada equipe, os aspectos motivacionais dos colaboradores, o cumprimento de metas, etc.

Para obter êxito na gestão do pessoal é necessário aos líderes de TI ter um bom nível de conhecimento em diversos campos, isto é, adquirir um perfil generalista que os tornam capazes de lidar com todos os tipos de problemas pertinentes.

Manter o ambiente de TI protegido

Junto à vasta gama de benefícios inerentes à evolução tecnológica existe um malefício de proporção equivalente: as ameaças (internas e externas) que cercam os sistemas, dados e infraestrutura de TI das empresas.

A epidemia de ataques de ransomware é um ótimo exemplo de como as pragas virtuais se desenvolveram, sendo hoje consideradas letais. Fora isso, as ameaças internas — ligadas aos próprios funcionários — também são fatores de risco altamente preocupantes.

Em meio a tantos perigos dentro e fora do ambiente corporativo, os líderes de TI precisam estar cada vez mais atentos e colaborativos com as equipes de Segurança da Informação e Pesquisa e Desenvolvimento, visando o desenvolvimento de soluções inovadoras para garantir a segurança dos dados.

Fazer o monitoramento de TI

A chegada de tantas inovações se reflete, também, em desafios nos processos de monitoramento de TI, cuja importância de suas atividades se justifica pela identificação de falhas e riscos, assegurando a disponibilidade dos recursos tecnológicos.

O maior desafio do monitoramento para os líderes de TI, no caso, está ligado a implementações de ferramentas e soluções compatíveis com a tecnologia adotada, que devem ser feitas de modo a evitar impactos nas demais áreas do departamento.

No mais, essas são 4 das principais dificuldades que desafiam os líderes de TI. Para ficar por dentro das novidades que estamos preparando para você, siga-nos pelo Twitter ou Facebook!