Monitorar a saúde do negócio deixou de ser uma tendência para se tornar um diferencial estratégico representando milhões de reais (R$) em economia, cada vez mais a tecnologia substitui pessoas, rotinas e processos, que podem ser executados automaticamente.

A evolução constante do mercado obriga o investimento em soluções tecnológicas que tornem a organização mais rentável, eficiente, veloz – o que é fundamental para seu crescimento ou mesmo a sobrevivência no mercado atual. Esta evolução natural e inevitável trouxe uma perspectiva que até há pouco tempo passava despercebida.

Tecnologia dentro das organizações

De fato, as empresas estão cada vez mais dependentes de tecnologia, sendo encontrada em todos os departamentos. São inúmeros recursos, aplicações e sistemas onde muitos desses são específicos de cada área ou ramo de atividade.

Esses recursos estão se tornando mais integrados entre si e dependem de inúmeros outros fatores físicos ou não, que vão desde o fornecimento de energia elétrica aos servidores, banco de dados, infraestrutura de rede, internet, um site específico, um programa de terceiro e etc.

Tudo isso cria um cenário desafiador e torna quase impossível identificar a verdadeira raiz do problema de forma rápida caso aconteça um incidente.

Por esse dinamismo faz-se ainda mais importante a integração entre os recursos de segurança, monitoramento, serviços e aplicações, pois a parada de qualquer parte nesta cadeia de dependência significa a parada de um processo, de um serviço ou até mesmo do próprio negóciofaçamos uma breve reflexão:

Imagine que alguma rotina dentro da sua organização precisa de internet para funcionar? Se a resposta for sim, não se sinta sozinho, pois esta é a realidade em 99% das empresas.

Quais recursos devo monitorar?

Ainda usando o exemplo do recurso “Internet”, responda:

Como você sabe se a Internet, que é um recurso crítico, está OK? Ela parou! Onde está o problema? Está na empresa inteira ou apenas no seu departamento, na sua unidade ou só na sua máquina? Qual a raiz do problema? O link, o firewall, o Wi-Fi, o roteador, o Switch, o servidor, é vírus, usuário.

Neste imenso universo tecnológico, as possibilidades são inúmeras mas a principal questão é: Você conseguiria responder a esta pergunta em apenas um segundo? Quanto tempo sua equipe ou a TI leva hoje para identificar e solucionar um problema?

Considere a internet só um exemplo entre centenas de outros recursos de tecnologia que são intrínsecos a qualquer negócio e que faz com que as empresas dependam cada vez mais de suporte da equipe de TI, que por sua vez, na maioria dos casos, passa a maior parte do tempo somente apagando incêndios.

O que consequentemente infla os departamentos de TI aumentando o custo com mão de obra e contratos de suporte, inflacionando o TCO da organização.

Todos os recursos tecnológicos essenciais ao negócio devem ser monitorados. Nas empresas mais evoluídas e atentas às vantagens tecnológicas existe um painel de monitoramento onde os próprios diretores fazem questão de acompanhar instantaneamente a saúde da operação; afinal, eles têm metas a cumprir e são cobrados e remunerados pelo resultado.

Visão por departamentos

Imaginem que, a partir de uma mesma plataforma, o marketing pode monitorar as metas, a quantidade de clientes numa loja, o andamento das campanhas, as ligações da equipe, os acessos ao site naquele momento.

A diretoria de produção pode monitorar a produção, o nível do estoque, a quantidade de máquinas em operação naquele instante, na semana, no mês, A logística pode monitorar as entregas, a localização dos caminhões, o status da retirada.

O BackOffice pode monitorar a produtividade da equipe, a emissão de NFs, o fluxo financeiro dos caixas em funcionamento no mercado ou mesmo o papel da impressora.

A área de qualidade ou a própria TI pode monitorar e saber se os SLAs estão sendo atendidos, se o que foi contratado foi realmente entregue, se o sistema ERP está funcionando ou não por um problema que pode ser interno ou externo, na máquina do usuário, no switch, no servidor, no banco de dados.

Assim como os sistemas ERP se tornaram essenciais (hoje abrangem e consolidam a operação), as soluções de B.I. e monitoramento vêm se tornando tão cruciais quanto o próprio negócio.

Quem acompanha o monitorando

São as soluções de monitoramento que acompanham a saúde do negócio 24 horas por dia, 7 dias por semana, 30 dias por mês, 365 dias por ano.

Algumas soluções mais avançadas são capazes de trazer informações de valor em tempo real sobre a saúde de tudo o que é essencial ao negócio; daquilo que não poderia parar, pois representaria prejuízo.

Enfatizando: tudo em tempo real e customizado de acordo com a necessidade da área e com o respaldo da equipe de TI, mas de forma preventiva e não mais reativa.

A evolução é realmente incrível! Com o uso da tecnologia o homem cria soluções que resolvem as inúmeras deficiências.

Mais adiante, surgirão outros tipos de problemas, que necessitarão de uma tecnologia mais avançada – ou de uma abordagem tecnológica diferente – para serem solucionados, é fundamentalmente um círculo virtuoso, mas sempre encontramos uma solução!

Afinal de contas, isto é a evolução em sua essência, e ela é fantástica e inevitável.