A abordagem integrada de segurança da informação já é uma realidade em muitas empresas na busca de minimizar possíveis ataques, como o sequestro de dados. A tecnologia evoluiu muito nos últimos anos e, a partir disso, fez-se mais presente a ameaça de invasões e perda de dados e informações.

A segurança da TI está cada vez mais ameaçada e empresas lutam para proteger suas estratégias de marketing, e-mails corporativos, dados financeiros, plano de negócios, entre outros itens essenciais para o sucesso corporativo.

Neste post, mostraremos como uma abordagem integrada de segurança da informação pode ser a saída para evitar a perda de dados. Tome nota e boa leitura!

O problema

A segurança da informação se tornou um problema que compromete não apenas a área financeira da empresa, com os prejuízos gerados pela perda ou vazamento de dados, mas também a imagem perante seus clientes e potenciais investidores, talvez esta consequência seja bem pior do que a primeira.

Situações de ataque que causam milhões de dólares em prejuízo não são raras, podemos citar, por exemplo, o caso da Equifax, umas das três maiores empresas de análise de crédito dos EUA, que de maio a julho de 2017 teve dados de cerca de 143 milhões de americanos roubados de seus servidores. Entre essas informações estavam nome completo, endereço e número de seguro social, itens que possibilitam a fraude da identidade.

Outro episódio famoso de ataque de hackers que, recentemente, tomou as manchetes internacionais, foi o da Sony Pictures, estúdio de cinema de Hollywood, que teve alguns filmes ainda não lançados vazados na internet, juntamente com alguns e-mails embaraçosos de diretores e atores. Além do prejuízo, o vazamento causou certo mal-estar entre as pessoas citadas nas mensagens.

A integração

Uma abordagem integrada do ponto de vista corporativo busca entregar valor para acionistas e clientes, trazendo uma melhoria da capacidade, redução de custos, retorno sobre o investimento (ROI) e eficiência.

O objetivo desta abordagem é seguir uma melhoria contínua dos processos através de repetidas avaliações, buscando o melhor aproveitamento de recursos, tempo, custo, entre outros itens de relevância. Fornece um caminho para o desenvolvimento de líderes e colaboradores mais atentos aos fatores de segurança e com habilidade de identificação de fraquezas e vulnerabilidades.

Todas as empresas, sejam pequenas, médias ou grandes, enfrentam um mesmo conjunto de problemas, semelhantes entre eles, o alto custo de se implementar padrões de segurança, conseguir atender às expectativas dos cliente e lidar com uma variedade de ameaças que crescem a todo momento.

Uma abordagem integrada de segurança visa combater em todas essas frentes, para evitar a perda de dados e gerar um ambiente seguro para a coleta e manipulação de informações com o mínimo de riscos possível.

Integração na prática

A maioria das empresas gasta muito dinheiro na obtenção de licenças de softwares de segurança, implantando firewalls e todos os demais tipos conhecidos de sistemas para evitar a perda de dados, porém, a maioria não investe tempo no treinamento da equipe e na difusão interna de uma política integrada de segurança.

Segundo um estudo conduzido pela Ponemom, um instituto de pesquisas americano, cerca de 80% das empresas já sofreram algum tipo de invasão e violação de seus dados. Das empresas entrevistadas, 75% sofreram violações internas. Isso porque a segurança delas está baseada em um modelo “egg shell”, casca de ovo, no qual a camada externa é endurecida, mas não há barreiras no interior.

Esse tipo de situação ocorre devido à falta de treinamento e processos mal elaborados, sem considerar as políticas de segurança em uso pela empresa. Para construir uma boa abordagem, 5 passos devem ser seguidos:

1. Definir o problema com base no negócio

É necessário identificar o problema principal e as demais fraquezas que podem derivar desse problema. Compreender as fontes dos requisitos para suportar os objetivos do negócio.

É preciso também priorizar as áreas mais críticas da operação e lançar projetos com objetivos claros e bem definidos, tempo de duração especificados e valor estratégico mensurado.

2. Identificar formas de melhorar os processos

Verifique os processos de segurança que estão isolados dos demais para identificar a possibilidade de integrá-los ao restante da estratégia de proteção. Isso pode ser feito por meio de um inventário de processos, assim como pelo gerenciamento de riscos de cada um deles.

3. Elimine as redundâncias

Ao criar um inventário será possível observar as redundâncias no gerenciamento de risco de seus projetos e eliminá-las. Com a visualização real dos problemas é mais simples a busca por soluções apropriadas e menos tempo será perdido com ferramentas que não terão o efeito desejado.

4. Continue a busca por melhoria

Após aplicar os passos anteriores e criar uma base de visualização de seus processos, você poderá criar métricas objetivas para buscar a melhoria contínua de todas as tarefas. Dessa maneira, conseguirá enxergar quando algo afetar as expectativas e algum processo necessitar de alterações.

5. Processo de conclusão em longo prazo

Concluída toda a jornada de alteração de sua política simples para uma integração total dos processos de segurança da informação, um novo sistema de gestão será implantado na busca por melhoria constante na proteção dos seus dados.

Os benefícios

Na implantação de uma abordagem integrada de segurança da informação há a possibilidade de identificar ameaças preventivamente ou reagir a vulnerabilidades, garantir a continuidade dos negócios sem nenhum tipo de interrupção, confiabilidade e integridade dos dados armazenados sob a tutela da empresa.

Existe também o fato da companhia cultivar uma cultura de segurança em seus colaboradores, contribuindo para a proteção da informação e senso de responsabilidade por parte de toda a equipe. Espera-se ainda uma garantia à seguridade de todos os sistemas em uso pela empresa, assim como o monitoramento contínuo de todas as rotinas diárias do negócio.

Uma abordagem integrada de segurança da informação é a saída para diminuir consideravelmente os riscos de invasão ou perda de dados em consequência de desastres naturais ou falhas humanas.

A Alerta Security conta com mais de 200 clientes e tem uma equipe pronta para auxiliar na proteção de sua empresa. Entre em contato conosco e mostraremos o que podemos fazer por você hoje!