Todas as empresas buscam maior produtividade com menor custo. Perseguir essa combinação é uma das formas para manter o negócio competitivo e sustentável financeiramente.

O grande problema é que essa combinação não é tão fácil de ser atingida. Ela envolve gestão dos processos, revisão constante de normas e procedimentos, investimento constante em tecnologias mais ágeis, treinamento adequado das equipes de trabalho, melhoria dos processos de comunicação e fluxo de informações, políticas de motivação dos colaboradores e uma série de outras medidas que não podem ser tratadas como soluções esporádicas, mas sim, como verdadeiras políticas aplicadas ao dia a dia das organizações.

Dentre os muitos problemas que afetam uma empresa está o comportamento dos recursos humanos. Os colaboradores são afetados diretamente pelas políticas da própria empresa. Seja no que diz respeito a remuneração, condições de trabalho, comportamento dos gestores, entre outras variáveis.

No caso de uma equipe de TI, a falta de cuidado com esses aspectos pode reduzir a produtividade. O setor é conhecido por ter de trabalhar com situações complexas no dia a dia. E, portanto, necessita de uma atenção especial.

1. Colaboradores desmotivados

A empresa precisa estabelecer três rotinas para neutralizar esse problema:

– Formalizar metas claras e mensuráveis de curto prazo;

– Criar ou aperfeiçoar o plano de cargos e salários;

– Organizar políticas para ouvir e conhecer seus colaboradores.

As metas de curto prazo são fundamentais para mobilizar a equipe, pois oferecem uma visão mais clara do objetivo. Mas, no fim dessa linha é preciso ter uma recompensa, tanto para o cumprimento quanto para a superação das mesmas. É essencial que o funcionário tenha em mente qual será a recompensa por seus esforços.

Melhor que isso, só se o gestor da equipe for proativo o suficiente para conhecer seus colaboradores com profundidade. Saber os anseios dos colaboradores pode ajudá-lo a estabelecer recompensas criativas e personalizadas.

2. Comunicação ineficiente

Com o avanço da tecnologia, ferramentas que facilitam a comunicação entre departamentos e/ou unidades da empresa foram criadas. Mas, ainda assim, problemas na troca de informações são muito comuns no meio corporativo.

É preciso investir em canais de comunicação interna de modo a otimizar o fluxo de informações, pedidos e cobranças.

Um profissional de TI deve ser minimamente interrompido durante o seu trabalho, mas precisa estar conectado com seus stakeholders e estabelecer uma rotina para avaliar novas tarefas, fornecer respostas e debatê-las com quem as solicitou.

3. Falta de Feedback

É preciso que o gestor estabeleça uma rotina de feedback com cada um de seus colaboradores.

É importante fornecer feedback à equipe, deixando claro que o trabalho em grupo fará com que os resultados sejam atingidos. Além de valorizar o trabalho em equipe, mostra a cada um, individualmente, a importância de suas ações.

4. Falta de investimento em tecnologia

Nesse caso, o primeiro passo é ouvir. Reuniões periódicas e um canal de comunicação eficiente e prático entre os integrantes da equipe e o gestor são essenciais. Elas contribuem para que os problemas sejam conhecidos e os entraves para a produtividade removidos.

É preciso ter consciência de que os obstáculos à produtividade não é a equipe de TI, mas dos recursos tecnológicos que evoluem, mudam e ficam obsoletos rapidamente.

Tenha em mente que a condição para acabar com problemas de estrutura é estar preparado para fazer investimentos.

5. Pouco ou nenhum investimento em treinamento dos colaboradores

Invista em cursos, palestras, participação em seminários. Crie um clima de aprendizado e crescimento constante. Esse conhecimento acabará retornando para a própria empresa em forma de produtividade, ideias e inovação.

6. Excesso de conectividade

A solução não é simples, porque proibições podem gerar mais insatisfação e até desmotivação.

Estabelecer horários e pausas para descanso pode ser uma alternativa. Mas, nada pode ser mais eficaz do que manter o funcionário comprometido com resultados.

A melhor solução é estabelecer metas de produtividade de curto prazo e recompensas claras para quem atingi-las e/ou superá-las. Ao comprometer o funcionário com a produtividade, ele certamente pensará duas vezes antes de trocar o trabalho pela internet.