O currículo perfeito é aquele que exibe objetivamente todas as suas qualificações, habilidades e experiências. É uma breve apresentação do que você tem a oferecer à empresa.

Evidentemente, o currículo é um item que sempre requer qualidade para influenciar positivamente nos processos de seleção. Porém, na área de TI, por mais que ofereça muitas vagas de emprego, esse fator tende a fazer toda a diferença.

Isso porque a relação entre a demanda alta e a escassez de profissionais capacitados para preenchimento das vagas não afeta o nível de concorrência. Ou seja, as melhores vagas continuam sendo extremamente disputadas.

Sabendo que o currículo perfeito é crucial para se destacar entre os concorrentes, às vezes tão qualificados como você, certamente você quer saber como elaborar um, não é mesmo? Acompanhe nossas dicas a seguir!

Faça um resumo atrativo de suas qualificações

Primeiramente, é bom ter em mente que uma eventual escassez de funcionários em determinados setores não se dá pela falta de currículos, muito pelo contrário!

Independentemente da vaga ou empresa, é certo que pode haver uma pilha enorme de currículos na mesa do RH esperando para serem analisados. É aí que entra a importância do resumo atrativo.

Resumir as suas qualificações com clareza e objetividade, informando precisamente a formação acadêmica (sem se esquecer de mencionar a instituição), habilidades e experiências profissionais condizentes com o objetivo é um bom começo para se chegar ao currículo perfeito.

Vale ressaltar que a questão da objetividade envolve, necessariamente, o tamanho do resumo. É fundamental que não tenha mais que um parágrafo, pois o currículo extenso dificilmente será lido até o fim pelos analistas — é ideal que o documento não tenha mais do que duas folhas.

No resumo da qualificação profissional o candidato pode (deve, se for o caso) incluir experiências internacionais, bem como a fluência em determinado(s) idioma(s).

Enfatizar o domínio em ferramentas específicas é, também, um meio de tornar o seu currículo mais relevante para o cargo. Caso sejam muitas as suas qualificações, priorize as informações de acordo com a influência para o cargo.

Enfatize suas participações em projetos

Muitas vezes o profissional sofre por não ter experiência comprovada em carteira e, por isso, seu currículo acaba nem sendo analisado.

Se por um lado é compreensível a empresa não se interessar, por outro o candidato não sabe como se enquadrar nos requisitos. O que fazer quando nunca se teve uma oportunidade de trabalhar na área?

A partir dessa questão é que entra a importância da participação em projetos. Além de ser, propriamente, uma oportunidade real de adquirir experiência em seu campo de atuação, é um recurso interessante e enriquecedor para o currículo.

Não se esqueça de inserir detalhes sobre a sua contribuição para o projeto, deixando muito claras as suas atribuições, de modo a mostrar ao recrutador como essa experiência ajudaria na rotina de trabalho.

Salientando que essa dica vale não somente para a elaboração do currículo ou questões de mercado, mas para o árduo e complicado início de carreira.

Inclua as certificações mais pertinentes ao cargo pretendido

Como bem sabemos, a Tecnologia da Informação é uma área altamente abrangente; é impossível distinguir o que faz o profissional de TI sem saber o campo de atuação, o cargo específico etc.

Embora tal fato seja um diferencial e tanto em termos de opções, oportunidades e identificação, a vasta gama de certificações e cursos acaba por levar muitos ao equívoco de que “quanto mais, melhor”.

Por isso é importante que o profissional se decida quanto ao caminho que pretende seguir, evitando disparar para todos os lados, pois isso deixará o currículo sem objetividade.

Mesmo que você já tenha colecionado um número razoável de certificações (em diferentes áreas de atuação), procure inserir no currículo aquelas que têm relação com o cargo pretendido.

Isto é, a certificação deve atestar as suas capacidades para assumir determinada função, trabalhar com determinada ferramenta e ter os devidos conhecimentos e experiências. Aproveite o espaço em branco para incluir dados mais relevantes, se necessário.

Tome cuidado com erros e estilo

É preciso atentar, a princípio, a dois tipos de erros, relacionados tanto à língua portuguesa quanto às características da vaga como um todo — entraremos em detalhes mais adiante.

O primeiro diz respeito aos erros gramaticais básicos da língua portuguesa. Uma escrita cuidadosa é crucial para o currículo perfeito e, acima de tudo, agradável ao recrutador.

Digamos que não cometer erros ortográficos é uma obrigação do profissional, enquanto os elementos mais complexos não são necessariamente uma determinação — no entanto, isso não pode servir como desculpa.

Caso a escrita não seja o seu forte, considere recorrer a um amigo ou colega que saiba escrever bem, ou contrate um profissional do ramo para colaborar não somente com o português impecável, mas com o próprio conteúdo do currículo.

Essa dica é válida, também, para o segundo erro que pode comprometê-lo no processo de seleção: o estilo. Determinadas áreas permitem que haja mais criatividade no layout e conteúdo, porém, a formalidade é um dos requisitos para um currículo em TI, sobretudo nas grandes empresas.

Elabore um currículo perfeito e adequado ao perfil profissional

Até por razões óbvias, a coerência é elementar para a qualidade de um currículo, pois o documento precisa descrever as suas principais características, habilidades e formação.

Na área de TI há uma enorme distinção entre os perfis de especialista e generalista, sendo esse um detalhe que induz muitos candidatos a cometer erros que o RH não perdoa.

Supondo que a vaga em questão seja para desenvolvedor Java, é evidente que a empresa busca por um programador que domine a linguagem, ou seja, um profissional com especialização.

Contudo, é comum vermos candidatos que procuram destacar outras diversas habilidades impertinentes ao cargo em si, deixando a entender que não se trata de um especialista, mas de alguém que tenha conhecimento genérico.

É uma questão semelhante ao que dissemos a respeito das certificações. Objetividade e coerência devem caminhar juntas para a elaboração do currículo perfeito.

Aprendeu bastante com as nossas dicas para ter um currículo perfeito em TI? Saiba que estamos preparando muitas novidades que interessam a você! Mantenha-se bem informado, assine a nossa newsletter!