Enquanto governos e autoridades de saúde trabalham para conter e parar a propagação da nova epidemia de coronavírus (COVID-19), as empresas estão lutando para permanecer operacionais e manter seus funcionários seguros. Essas práticas recomendadas para desastres ou situações imprevistas devem ser consideradas.

Expanda o número de trabalhadores remotos com segurança

Organizações e empresas estão protegendo seus funcionários, permitindo que eles trabalhem remotamente. Cada vez mais, isso está se tornando uma política obrigatória e potencialmente o sinal de um novo futuro à distância.

Esses tipos de precauções, no entanto, estão causando um aumento inesperado de funcionários móveis e domésticos; muitas organizações não possuem licenças de rede virtual privada (VPN) suficientes para lidar com esse aumento de usuários. Isso representa um risco significativo, pois os funcionários não terão acesso aos recursos da empresa, ou pior, o farão por meio de conexões inseguras.

Por esse motivo, as organizações preocupadas com a segurança devem ter soluções de acesso móvel e remoto seguras e escalonáveis (por exemplo, VPN) que podem ser adaptadas ao fluxo de usuários (e aos respectivos requisitos de licenciamento).

Revise seu plano de continuidade de negocios

Desastres podem assumir todos os tipos de formas. Seja ataques cibernéticos maliciosos, intempéries, quedas de energia ou pandemias, as organizações devem ter cenários integrados que ajudem a garantir a continuidade dos negócios diante da incerteza.

Nesse sentido, recomenda-se que corporações e PMEs revisem seus planos de continuidade de negócios anualmente. Esse plano deve levar em consideração tudo sobre canais de comunicação, liderança, infraestrutura, tecnologia e muito mais. Veja informações úteis no manual “5 práticas básicas para garantir a continuidade dos negócios” da SonicWall.

LEIA MATÉRIA COMPLETA CLICANDO AQUI!