Como garantir uma boa gestão e controle de segurança de redes?

O departamento de TI de uma empresa é um dos mais críticos para o negócio, já que é por meio dele que são processados e controlados todos os dados e operações que dão suporte a outros setores e garantem a continuidade das atividades. Para tornar todo sistema corporativo mais seguro, é essencial investir na gestão de segurança de redes.

Como a maioria das atividades são realizadas em ambientes virtuais e na nuvem, o risco de roubos e vazamentos de informações é cada vez mais presente, principalmente porque os ataques virtuais têm se tornado muito discretos e sofisticados.

Nesse cenário, o gerenciamento de redes corporativas se mostra como fator indispensável para a TI. Por isso, garantir a sua boa gestão e controle é essencial para manter a confiabilidade do negócio. Quer saber como? Então veja mais detalhes no artigo de hoje!

O que é a gestão de segurança de redes?

É o controle de todos os dados e informações sigilosos que circulam pela rede corporativa, por meio de sistemas e metodologias que permitam a integração com outros departamentos e o monitoramento de todo o tráfego, de modo a garantir a segurança da informação na companhia.

A gestão de segurança de redes pode ser centralizada, quando a própria gerência controla todo o processo, ou descentralizada, quando sua gestão é dividida entre os responsáveis por cada setor do empreendimento.

 

Como fazer uma boa gestão de segurança de redes?

Para executar essa tarefa com sucesso, é importante que o gestor de TI acompanhe de perto suas equipes e estabeleça uma política de segurança para o uso da internet e de dispositivos móveis no ambiente laboral.

Para que essa medida atinja os seus objetivos, é preciso orientar os profissionais sobre os riscos e tipos de ataques virtuais, técnicas comuns de engenharia social, de modo que os próprios colaboradores tenham ciência de como agem os cibercriminosos e aprendam a identificar e como agir em casos suspeitos.

Além disso, a política de segurança estabelece a missão e valores organizacionais para a proteção de dados internos e de terceiros.

Os benefícios de uma boa gestão de segurança de redes nas empresas são relevantes e necessários para evitar ameaças que podem colocar o negócio em risco. Por isso, é fundamental aplicar medidas de inteligência de mercado para trazer proteção e vantagem competitiva em relação à concorrência. São:

  • maior segurança ao navegar pela internet corporativa;

  • redução de problemas com vírus e perda/vazamento de informações confidenciais;

  • detecção de anomalias no acesso, o que pode ser um indicativo de invasão na rede;

  • aumento do foco nas atividades da sua equipe, evitando que a internet se torne uma distração e afete a produtividade;

  • proteção de dados otimizada com monitoramento em tempo real pela equipe de TI;

  • rápida identificação de intrusos na rede;

  • redução de custos com assistência técnica e manutenção de equipamentos;

  • melhora no desempenho dos sistemas, recursos de tecnologia e redes.

Quais são as boas práticas para a gestão de segurança de redes?

Um empreendimento pode sofrer grandes prejuízos caso a TI ignore a gestão e segurança de redes. Por isso, é importante adotar boas práticas para evitar a ação de cibercriminosos e aumentar a proteção no ambiente laboral. Veja algumas delas:

  • crie senhas fortes;

  • estabeleça níveis de acesso de acordo com a hierarquia de cada colaborador;

  • sempre tenha um backup (se for automatizado na nuvem, melhor);

  • invista em tecnologia para aumentar a segurança da informação na empresa;

  • mantenha antivírus e firewalls sempre em funcionamento e devidamente atualizados;

  • tenha um plano de contingência para casos de emergência;

  • implemente uma cartilha com a cultura de segurança no uso da rede corporativa e a distribua, de forma clara e ampla, a todos os funcionários.

Qual a importância de fazer o gerenciamento de redes na empresa?

Nos dias atuais, é praticamente impossível trabalhar sem o uso da internet. Porém, nem tudo são flores. Cada vez mais hackers e pessoas mal-intencionadas se aproveitam de vulnerabilidades presentes na rede para invadir, roubar e vazar dados sigilosos da companhia.

Caso o ataque seja realizado com sucesso, informações de fornecedores, parceiros comerciais e até mesmo de seus colaboradores podem ser expostas, diminuindo a confiabilidade da sua marca frente ao mercado.

Por outro lado, as pessoas (físicas e jurídicas) lesadas com a exposição de seus dados podem abrir processos, levando o negócio a ter inúmeros prejuízos, que vão muito além de sua imagem arranhada. Além disso, não existe mais espaço nos dias de hoje para organizações com sistemas lentos e obsoletos.

O gerenciamento de redes também é importante para verificar a sua performance e capacidade de processamento e para identificar vulnerabilidades, que devem ser prontamente corrigidas.

Ou seja, independentemente do porte ou segmento de mercado no qual a empresa atua, é imprescindível fazer a gestão de segurança de redes para garantir a proteção de dados e monitorar o seu desempenho, proporcionando um sistema corporativo mais ágil e blindado contra as ameaças da internet.

No entanto, ainda que saibam de sua importância, infelizmente muitos gestores e diretores de TI são negligentes a respeito do tema, o que pode levar a companhia a sofrer grandes transtornos, caso a rede seja invadida.

Para que isso não ocorra no seu empreendimento, o ideal é se antecipar aos problemas antes que eles ocorram, de forma sistemática e meticulosa. Assim, é possível evitar grandes dores de cabeça no futuro e mostrar ao mercado que a sua marca é forte e confiável e que preza pela segurança dos dados de seus stakeholders.

Fazer uma boa gestão de segurança de redes não implica em altos custos, como muitos pensam. Pelo contrário, esse é um elemento-chave para evitar perdas financeiras e manter uma boa reputação da marca frente ao mercado. Portanto, ao pensar que o investimento em tecnologia é caro, imagine o alto preço que a empresa pode pagar se for negligente e não cuidar de seu maior ativo: a informação.

Se você gostou deste post sobre gestão de segurança de redes, siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações e receber novos conteúdos em primeira mão: estamos no Facebook e no Twitter!

  • 1
  • 2

RECEBA NOSSAS NOVIDADES